Centro Cultural Lusófono

A página dos sócios do CCL

Gosta de escrever?

Gosta de escrever?
Gostava de escrever um mini-conto para o próximo Ovo Mole?
O tema deve estar relacionado com qualquer aspecto das motocicletas. Qualquer aspecto, podem usar a imaginação!!
A língua de preferência é o português, mas também aceitaremos noutras línguas.
Extensão máxima: 150 palavras.
Pode mandar o seu relato para cclusofono@yahoo.es ou para oovomole@yahoo.es, até ao último dia de Abril.
Para ajudar um bocado à inspiração, aqui têm uns exemplos de mini-contos com temática motard…

 

O fim

Gostava tanto dela. Tão bela, tão fina, tão bem proporcionada. Tão disponível, sempre. E foi pena, mas não pude evitar abandoná-la. Já não tinha tempo para ela, porque já não íamos às discotecas nem à praia, e finalmente quando me casei, há vinte anos, já não precisava dela e  deixei-a. E um dia, ao encontrar-me com ela detrás do muro da minha casa, o mesmo lugar onde a tinha abandonado tanto tempo atrás, voltou de repente toda a minha paixão e não pude resistir. Atirei-me para cima dela com todo o meu amor antigo, com a violência do jovem homem que fui, e soube que tudo tinha acabado entre nós quando ela se desfez debaixo de mim numa nuvem tóxica de substâncias poeirentas e peças partidas e mau cheiro e perigo e ferrugem e morte.

por  Pau

Se conduzir não… hic

Lindo! Que bonito é correr na motocicleta, o vento no rosto, à noite, a lua, as estrelas… Olha! Dois companheiros motards na direção contrária! Vou passar no meio deles… catacrash… Olá, anjinho, que jeitosas as asinhas. O que é que você está dizendo? Que não eram duas motos? Que era um ônibus?

por Carmen Gusanilho

Abril 20, 2010 Posted by | Uncategorized | 2 comentários

Revelados os 21 finalistas do concurso “Sete Maravilhas Naturais de Portugal”

 

Depois das Sete Maravilhas do Mundo e das Sete Maravilhas de Portugal,  está a decorrer agora o concurso para escolher as Sete Maravilhas Naturais de Portugal.

Não gosto muito destas listas, mas reconheço que têm um lado positivo que é dar a conhecer, divulgar, chamar a atenção para certos lugares que vale a pena conhecer.

Por isso, deixo-vos aqui a lista dos finalistas: os 21 espaços naturais considerados os melhores de Portugal.

Votem no vosso preferido, se quiserem.  Mas sobretudo, se tiverem oportunidade, não deixem de os visitar todos!

Lista dos 21 finalistas:

“Florestas e Matas”:
Floresta Laurissilva
Mata Nacional do Buçaco
Paisagem Cultural de Sintra – Património da Humanidade

“Grandes Relevos”:
Paisagem vulcânica da ilha do Pico
Parque Natural da Arrábida
Vale Glaciar do Zêzere

”Grutas e cavernas”:
Algar do Carvão
Furna do Enxofre
Grutas de Mira de Aire

”Praias e Falésias”:
Pontal da Carrapateira
Portinho da Arrábida
Praia do Porto Santo

”Zonas Marinhas”:
Arquipélago das Berlengas
Ponta de Sagres
Ria Formosa

”Zonas Não Marinhas”:
Lagoa das Sete Cidades
Portas de Ródão
Vale do Douro

”Zonas Protegidas”:
Parque Nacional da Peneda-Gerês
Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Reserva Natural da Lagoa do Fogo!

 

PS: Alguém conhece alguma(s) destas “maravilhas”?

Abril 11, 2010 Posted by | Uncategorized | 5 comentários

Ciranda da bailarina

Sempre gosté muito da Ciranda da bailarina, uma cançao composta por Chico Buarque e Edu Lobo para o espetáculo “O Grande Circo Místico”, em 1982.

Procurando bem
Todo mundo tem pereba
Marca de bexiga ou vacina
E tem piriri, tem lombriga, tem ameba
Só a bailarina que não tem
E não tem coceira
Verruga nem frieira
Nem falta de maneira
Ela não tem

Futucando bem
Todo mundo tem piolho
Ou tem cheiro de creolina
Todo mundo tem um irmão meio zarolho
Só a bailarina que não tem
Nem unha encardida
Nem dente com comida
Nem casca de ferida
Ela não tem

Não livra ninguém
Todo mundo tem remela
Quando acorda às seis da matina
Teve escarlatina
Ou tem febre amarela
Só a bailarina que não tem
Medo de subir, gente
Medo de cair, gente
Medo de vertigem
Quem não tem

Confessando bem
Todo mundo faz pecado
Logo assim que a missa termina
Todo mundo tem um primeiro namorado
Só a bailarina que não tem
Sujo atrás da orelha
Bigode de groselha
Calcinha um pouco velha
Ela não tem

O padre também
Pode até ficar vermelho
Se o vento levanta a batina
Reparando bem, todo mundo tem pentelho
Só a bailarina que não tem
Sala sem mobília
Goteira na vasilha
Problema na família
Quem não tem

Procurando bem
Todo mundo tem…

Abril 3, 2010 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário